Gerenciamento de projetos de inovação, pesquisa e desenvolvimento: uma comparação entre a abordagem tradicional e de ondas sucessivas

Main Article Content

Fabiano Frizzoni Candian Maria da Glória Galembeck

Resumo

Trata o presente artigo do gerenciamento de projetos da área de inovaçãopesquisa e desenvolvimento enquanto empreendimentos que, de maneira mais recorrente do que os projetos convencionais, têm sua execução permeada de incertezas. O artigo explora os seguintes conceitos: projeto, na concepção do Project Management Body of Knowledge (PMBOK); a restrição tripla, composta por cronograma, custo e escopo; inovação, pesquisa e desenvolvimento no contexto da competitividade entre as corporações; e os métodos flexíveis de gerenciamento (também conhecidos como métodos ágeis ou agile). A partir da comparação entre os tipos de projetos e as formas de gerenciamento mais adequadas, esta pesquisa aponta os métodos flexíveis como uma solução para avançar em projetos afetos à área de inovação. Conclui que o gerenciamento por ondas sucessivas possibilita o controle necessário ao andamento do trabalho em inovação, pesquisa e desenvolvimento, levando em consideração a flexibilidade das restrições, em um cenário que vai se definindo melhor conforme a evolução do projeto nas sucessivas fases.

Article Details

Como Citar
CANDIAN, Fabiano Frizzoni; GALEMBECK, Maria da Glória. Gerenciamento de projetos de inovação, pesquisa e desenvolvimento: uma comparação entre a abordagem tradicional e de ondas sucessivas. Boletim do Gerenciamento, [S.l.], v. 4, n. 4, mar. 2019. ISSN 2595-6531. Disponível em: <https://nppg.org.br/revistas/boletimdogerenciamento/article/view/81>. Acesso em: 19 out. 2019.
Seção
Artigos