Perfil dos trabalhadores acidentados da construção civil: Estudo de caso em hospital de Belo Horizonte/MG

Main Article Content

Josilane Alves Rodrigues Lorena Lehmann Alves Letícia Efrem Natividade Oliveira Roberta De Amorim Ferreira

Resumo

A construção civil tem um grande papel na economia nacional, sendo um dos setores impulsionadores na geração de empregos no país. Todavia, traz consigo uma fração notável de acidentes e doenças ocupacionais visto que as atividades deste ramo se encontram sujeitas a riscos físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e mecânicos. Este estudo tem como objetivo traçar o perfil dos trabalhadores da construção civil, que sofreram acidentes de trabalho registrados em um hospital em Belo Horizonte/MG, entre 2018 e 2021. Para o desenvolvimento da pesquisa foram coletados e analisados dados do Sistema de Informação de Agravos e Notificação, da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, através da estatística descritiva. Dos 1.539 acidentes laborais registrados no hospital, 230 pertenciam ao setor da construção civil. Os trabalhadores acidentados eram, majoritariamente, homens, entre 39 e 45 anos, com ensino fundamental completo e de cor parda. Tratavam-se, predominantemente, de serventes de obras, que trabalhavam sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho. Os eventos foram, predominantemente, acidentes típicos. Em sua maioria, os eventos ocasionaram danos aos membros superiores e incapacidade temporária. O estudo, pode auxiliar na adoção de medidas preventivas mais assertivas nos canteiros de obras, a fim de torná-los mais seguros aos trabalhadores.

Article Details

Como Citar
ALVES RODRIGUES, Josilane et al. Perfil dos trabalhadores acidentados da construção civil: Estudo de caso em hospital de Belo Horizonte/MG. Boletim do Gerenciamento, [S.l.], v. 38, n. 38, out. 2023. ISSN 2595-6531. Disponível em: <https://nppg.org.br/revistas/boletimdogerenciamento/article/view/1040>. Acesso em: 16 jul. 2024.
Seção
Artigos