Avaliação do ambiente sonoro e sua integração com aspectos urbanísticos Estudo de caso: bairro de Vila Isabel, Rio de Janeiro

Main Article Content

Camilla Rocha França Daniela Ribeiro da Rocha

Resumo

O aumento da poluição sonora urbana, apesar de ser consequência direta de fatores como a morfologia urbana, o uso do solo e os sistemas de transportes adotados, ainda é negligenciado no planejamento urbano das cidades brasileiras. O ruído urbano, dependendo de seu nível sonoro e do tempo de exposição, pode causar inúmeros danos à saúde humana, inclusive irreversíveis. Nesse contexto, os números de reclamações relativas à perturbação do sossego em centros urbanos brasileiros são alarmantes.  O presente estudo visa mapear os níveis de ruído em uma via de tráfego intenso na cidade do Rio de Janeiro, localizada em uma zona com ocupação residencial com escolas e hospitais, mas que também possui influência das atividades sonoras de uma escola de samba. Pretende-se determinar se a contribuição dessa fonte sonora é significativa no quadro de ruído da região, além de apontar se os níveis alcançados estão de acordo com o limitado pela legislação vigente e qual a reação esperada da população impactada.

Article Details

Como Citar
FRANÇA, Camilla Rocha; DA ROCHA, Daniela Ribeiro. Avaliação do ambiente sonoro e sua integração com aspectos urbanísticos. Gestão e Gerenciamento, [S.l.], v. 10, n. 10, p. 41-50, set. 2019. ISSN 2447-1291. Disponível em: <https://nppg.org.br/revistas/gestaoegerenciamento/article/view/173>. Acesso em: 24 fev. 2020.
Seção
Artigos