Interoperabilidade entre modelos BIM E ProNIC: Vista de elementos vs. vista de trabalhos

Main Article Content

Jorge Teixeira Yanh Ribeiro Pedro Mêda Joaquim Moreira Rui Sousa Hipólito Sousa

Resumo

No contexto da Gestão de Informação na Construção, é essencial que essa informação esteja bem estruturada e normalizada, mas também que seja facilmente acessível pelos diversos agentes do processo construtivo.  Para satisfazer as necessidades distintas  desses agentes mantendo uma base informativa consistente são necessários mecanismos de interoperabilidade.  Neste artigo, descreve-se uma metodologia que permite melhorar a interoperabilidade entre a plataforma ProNIC, pioneira da digitalização da Informação na Construção em Portugal, e ferramentas BIM (Building Information Modeling), através da extração de informação do modelo para simplificar e agilizar a criação do MQT (Mapa de Quantidades de Trabalhos) durante a fase de Projeto de Execução de uma obra. Este processo consiste na identificação e mapeamento de elementos do modelo BIM para artigos normalizados da estrutura de desagregação de trabalhos do ProNIC, através da análise desses elementos, respetivas propriedades, e relações com outros elementos. Como prova de conceito, foi criado um protótipo capaz de analisar elementos construtivos de Edifícios, de naturezas diversas, de modelos IFC4.3, com capacidade de extrair opções que caracterizam trabalhos de construção do ProNIC adequados.

Article Details

Como Citar
TEIXEIRA, Jorge et al. Interoperabilidade entre modelos BIM E ProNIC: Vista de elementos vs. vista de trabalhos. Gestão e Gerenciamento, [S.l.], v. 24, n. 24, jan. 2024. ISSN 2447-1291. Disponível em: <https://nppg.org.br/revistas/gestaoegerenciamento/article/view/1082>. Acesso em: 01 mar. 2024.
Seção
Artigos